H.P. Lovecraft: a disjunção no Ser, de Fabián Ludueña

hplovecraftadisjuncaonoser

H.P. Lovecraft: a disjunção no Ser
Fabián Ludueña Romandini

Tradução de Alexandre Nodari | Coleção anima | 64 pgs | 14×20 | Impressão em cera sólida | Costura e acabamento manuais
[ A edição original em castelhano foi publicada pela Hecho atómico, de Buenos Aires ]

Preço: R$30,00 [ Frete incluso ]

Clique aqui para adquirir

“A filosofia sempre buscou arrebatar a verdade dos mitos. Mas o mito não é a narração das origens cujo percurso a filosofia empreendeu de Platão até Schelling: o mito é, ao contrário, a verdade que narra o fim do homem e sua desproporção em relação ao cosmos. Por isso Lovecraft é “o mais genial mitógrafo do século XX”. Relendo sua obra, a filosofia aprenderá que o verdadeiro mito é o oposto da história, já que está convocado a enumerar os poderes naturais do cosmos. Ao mesmo tempo, ela saberá que um mito não pode glorificar divindades portentosas pois que dá a conhecer um universo transfinito tornado multiverso. Nessa obra capital da filosofia contemporânea, seu autor mostra que o pensamento não nasce do espanto, mas sim do horror: a assunção humana de  não ter lugar no mundo.”  (Emanuele Coccia)

Visualização online

Sobre o livro