Leitura de “A primavera de Rimbaud: poesia latina”

Leonardo D’Avila lerá trechos de “A primavera de Rimbaud: poesia latina” na Boston University, dia 25 de março. O livro será lançado em breve pela Cultura e Barbárie.

Abaixo seguem a descrição do evento e o programa completo (em inglês):

“The New Barbarians: Brazilian Cultural Criticism After the End of Modernity” on Mar. 25 from 3-7pm (CAS 200, 725 Commonwealth Ave., Boston University).

We will receive several scholars, most from Brazil, pertaining to a new wave of cultural critics, at Boston University to discuss contemporary themes of Brazilian culture, especially: post-dictatorial voids, vagabondage and revolution, ideology and aesthetics, anachronism and fragmentation of culture, art and bananas, travel and nation, headless bodies, literature and anti-academicism, contemporary historiography of slavery, and the myth of Brazil as a paradise. And also some are going to be making special connections to Cuba.

Please, do find attached the poster for the conference with its full program. All the talks will be in English but for the literary reading of Arthur Rimbaud’s Latin Poems translated into Portuguese.

poster

 

Lançamento de Minha novela, de Veronica Stigger

lancamentominhanovela

 

A Cultura e Barbárie e a Cosac Naify convidam para o lançamento de

Minha novela e Opisanie świata
de Veronica Stigger

(com a presença da autora)

Quinta-feira, dia 5 de dezembro, às 19:00
na  Sala Drummond – CCE Bloco B – UFSC – Florianópolis

 
Minha novela
Uma emocionante história de amor, crueldade e redenção narrada por Veronica Stigger com fotodramas de Eduardo Sterzi
76 pgs | 14,5 x 10cm | Impressão à cera sólida, costura manual | Cultura e Barbárie, 2013

Opisanie świata
Primeiro romance de Veronica Stigger, com orelha de Flora Süssekind
160 pgs | 14 x 20cm | Cosac Naify, 2013

Lançamento de Locus Solus, de Raymond Roussel

locuslancamento

A editora Cultura e Barbárie e a Fundação Cultural Badesc convidam para o lançamento de

Locus Solus
de Raymond Roussel

Quinta-feira, dia 28 de novembro
na Fundação Cultural Badesc
Rua Visconde de Ouro Preto, 216 | Centro | Florianópolis

 17:30 – Mesa-redonda
Raúl Antelo | Roussel, la vie
Fernando Scheibe | Demoiselle hie

19:00 – Coquetel de lançamento
com projeção do filme Impressões da Alta-Mongólia, de Salvador Dali

[ No lançamento, o livro será vendido com 10% de desconto, a R$40,00 ]

[ Clique aqui para visualizar a capa ]

[ Páginas iniciais – apresentação de Fernando Scheibe, prefácio de Raul Antelo e primeiro capítulo ]

A “demoiselle” e os dentes, fragmento da tradução publicado no caderno Ilustríssima, Folha de S. Paulo, 22/9/2013 ]

[ Clique aqui para ver o cartaz em .PDF ]

[ Página do evento no Facebook ]

“Procedimentos contra o vazio”, texto de Joca Terron sobre Roussel – caderno Ilustríssima, Folha de S. Paulo, 22/9/2013 ]

AcéfalAtual: Pode o pensamento intensificar os modos de vida contra o Um?

acefalatual

Encontros Cultura e Barbárie
AcéfalAtual
Pode o pensamento intensificar os modos de vida contra o Um?

Sexta, dia 18 de outubro de 2013 | Horário: 18:00hs
Local: Sala 010 – Depto. de História – CFH (Bloco C)/UFSC – Florianópolis/SC

Lançamento e apresentação da Acéphale n.2 e distribuição do Atual n.1

Com Fernando Scheibe, tradutor e especialista em Bataille, e Alexandre Nodari, editor

Página do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1401023746798284/

Conferências de Fabián Ludueña em Florianópolis

Fabián Ludueña Romandini, autor de A comunidade dos espectros. I. Antropotecnia e Para além do princípio antrópico: por uma filosofia do Outside estará em Florianópolis semana que vem para duas atividades.

1013262_1398605133695852_1268321093_n

 

A primeira delas é a conferência de abertura do Terceiro Seminário dos Alunos da Pós-Graduação em Literatura da UFSC, segunda-feira (dia 12), às 19 horas, no Auditório Henrique Fontes (CCE-B/UFSC). O título da palestra é Muerte y Transfiguración del Mito Antropotécnico de Occidente: Filiación, Sexuación. [ Programação completa do evento aqui ]

foucaultcomsade

A segunda fala acontece terça-feira, dia 13, às 20 horas, no Ático do Edifício Sudameris. A fala e debate com Ludueña sobre Foucault com Sade integra a atividade Psicanálise e conexões.

Lançamento de “@s nov@s adit@s: a implosão do gênero na feminização do mundo”, de Ernesto Sinatra

A editora Cultura e Barbárie e a Diretoria de Biblioteca da Escola Brasileira de Psicanálise – Seção SC – convidam para lançamento de

capasinatra

@s nov@s adit@s: a implosão do gênero na feminização do mundo, de Ernesto Sinatra

Dia 09 de agosto de 2013 | Horário: 21:30hs
Local: Hotel Valerim Plaza (Rua Felipe Schmidt, 705 – Centro – Florianópolis/SC)

O lançamento faz parte do Colóquio da Oficina de Política Lacaniana: ADIÇÕES:QUE DROGA É ESSA? que, nos dias 09 e 10 de agosto de 2013, recebe o autor como conferencista.

“O crack é para a produção o que os indivíduos são para o mercado de consumo: o resto da operação. E esse consumo é cada vez mais veloz e mais voraz – identificando a vertigem do efêmero da hipermodernidade.”

“Encarar o problema da multiplicidade requer uma lógica, porque erramos ao buscar nos fenômenos aquilo que faz a diferença. Porque se trata de lógica, seja na abordagem do problema da sexuação ou das adicções, e não das classificações ou descrições que não carecem de preconceitos em seus próprios fundamentos. Preconceitos dos quais não estamos isentos, tal como Sinatra nos recorda, advertindo, ao abordar a clínica atual, que continua se tratando da angústia, e do remédio que o parlêtre quer encontrar, referentes ao fato de que não há relação sexual. Só que o perigo é que o discurso hipermoderno gera a ilusão de ser possível curar-se disso. Lemos a consequência disso nessa lúcida referência adjudicada a Jean-Claude Milner: ‘o momento atual da civilização é a época do sujeito voltado contra si mesmo.’ Creio não equivocar-me ao dizer que o passo que Sinatra dá – na verdade, que volta a dar – neste texto é o de localizar a lógica que sustenta nosso trabalho, o dos psicanalistas, ao tentar ir para além dos fenômenos imaginários – impactantes, por certo – para não perder nossa bússola: o objeto a, o mais de gozo, que os comanda. Porque na atualidade, elevado ao zênite, ou seja: “deves gozar!” – e sem limite –, deixa os sujeitos confrontados à iminência da passagem ao ato. Há então uma urgência frente a qual os psicanalistas devem responder. E este livro constitui, sem sombra de dúvidas, ao menos para alguns de nós, um despertar. (do prefácio de Gloria Aksman)

lancamentosinatra

Acéphale n.1 [Lançamento 7 de junho]

capa1

“O que nós empreendemos é uma guerra” – lê-se no primeiro número da Acéphale, revista (paradoxalmente) encabeçada por Georges Bataille entre 1936 e 1939. Dedicados especialmente, mas não só, a uma leitura de Nietzsche contra o seu uso pelo fascismo, os 4 volumes (compreendendo 5 números) da publicação serão publicados em fascículos pela Cultura e Barbárie, em tradução de Fernando Scheibe, a começar pelo n.1, que contará com uma apresentação do tradutor, especialista em Bataille.

O lançamento do primeiro número ocorrerá dia 7 de junho (sexta-feira), às 17:30, no Hall do Auditório do CCE/B (UFSC – Florianópolis), como parte do evento Coleções Literárias. Confira aqui outras publicações que serão lançadas no evento.

Acéphale n.1 será vendida em nosso site a partir de segunda-feira, dia 10 de junho.

18/5 em São Paulo: lançamento de Código Negro (Pádua Fernandes) e Delírio de Damasco (Veronica Stigger)

lancamentosp

 

A editora Cultura e Barbárie convida para os lançamentos de

Código Negro

de Pádua Fernandes

e

Delírio de Damasco
de Veronica Stigger

com a presença dos autores


Quando
: dia 18 de maio [ sábado ] 16:00
OndeParibar (Praça Dom José Gaspar, n. 42, República, São Paulo/SP) – Site

[ Clique aqui para mais informações ]