Joan Brossa e a poesia catalã – conversa com Ronald Polito (dia 1, as 16hrs)

brossa

Encontros Cultura e Barbárie


Joan Brossa e a poesia catalã

conversa com Ronald Polito


Quando
: dia 1o de dezembro [ sábado ] 16:00
OndeCafé Cultura (Centro) – Florianópolis
[ Praça XV de Novembro, 352 ] | Mapa

Os Encontros Cultura e Barbárie são dedicados a debates político-culturais. Abertos ao público geral, cada encontro conta com um convidado que abre e conduz a discussão junto com um mediador. Nesse Encontro, o convidado será Ronald Polito, e o mediador, Victor da Rosa. Na ocasião, também será lançado o livro Escutem esse silêncio, de Joan Brossa, traduzido por Ronald Polito, e apresentado por Ronald Polito e Victor da Rosa (Lumme Editor, 2012).


Para mais informações:
 editora@culturaebarbarie.org

Cartazclique aqui para ver e fazer o download do cartaz

Página do evento no Facebook

Literatura anã, por Victor da Rosa

De que nome chamar estes pequenos e, por assim dizer, deliciosos textos que compõem Delírio de Damasco, novo livro de Veronica Stigger? Misto de poema-piada, crônica pornográfica e pedagogia de chiclete, o livro é composto simplesmente de frases recolhidas das ruas ou de qualquer lugar.

Originalmente exibidas em uma exposição de arte no SESC de São Paulo, em forma de cartazes – sendo que alguns dos cartazes, na ocasião, foram censurados, seja pelos palavrões ou pela temática sexual – as frases são organizadas através da tríade sangue, sexo e grana. Por outro lado, a graça consiste, muitas vezes, mais pelo que as frases omitem e menos pelo que efetivamente enunciam, o que acaba atribuindo a elas um caráter enigmático e ingênuo. “Mas onde foi? / Na bunda, / ela respondeu”, diz um dos diálogos da seção pornográfica.

O projeto já está anunciado em seus dois elogiados livros anteriores: Gran Cabaret Demenzial, 2007, e Os anões, 2010, em que a velocidade da escrita, às vezes muito próxima da fala, parece solicitar uma forma também pré-literária, se entendemos literatura como construção sólida, romance. A escritora, agora, parece pouco intervir nas frases que recolhe, se limitando às vezes a cortá-la em três versos, dando a elas um ritmo de haicai, só que um pouco mais febril.

O livro de Stigger possui uma natureza complexa que se esconde por trás de uma aparência simples, tosca. Atenta aos vestígios, a escritora parece mais próxima do arqueólogo, e não do literato, o que é reforçado também pelo caráter “documental” de sua ficção. Uma espécie de autoria compartilhada, visto que a Stigger não escreve uma linha sequer de todo o texto, também é uma das discussões fortes do livro.

Com Delírio de Damasco, Veronica Stigger radicaliza o procedimento de sua escrita e vai um pouco mais longe na sua procura por uma literatura estranha a ela mesma; digamos, uma literatura anã.

Victor da Rosa
Publicado no Diário Catarinense, 27/11/2012

Obs.: O lançamento do livro ocorre dia 28, às 18:30 na UFSC (Florianópolis). Mais informações aqui

Diário Catarinense: “Veronica Stigger lança livro por editora de Florianópolis, nesta quarta-feira”

por Fernanda Oliveira

Um garoto entra no ônibus e pergunta para o motorista: “Depois do paraíso, ele vai pra onde?” Em uma rua próxima à Avenida Paulista, em São Paulo, uma voz exclama: “Olha só a fila pra entrar no inferno!” Frases que, tiradas do contexto original – Paraíso é o nome de um bairro e Inferno um bar na Rua Augusta – adquirem novos sentidos, criam outras graças, despontam para múltiplas histórias.

Disso se faz o novo livro de Veronica Stigger, escritora nascida em Porto Alegre e radicada em São Paulo desde 2001, cujo nome figura entre os principais autores brasileiros contemporâneos.

Delírio de Damasco é uma reunião de frases soltas, ouvidas ou inventadas por Veronica, que transitam entre o enigma e o cotidiano, indo do estranhamento de forma e conteúdo à provocação do imaginário de quem lê. O livro, produzido de forma artesanal, está sendo lançado pela Cultura e Barbárie – editora de Florianópolis que estreia sua coleção literária Pseudo-. Leia abaixo a entrevista do DC com a autora.

Clique aqui para ler a entrevista >>>

Lançamento de “Delírio de Damasco”, de Veronica Stigger (28/11)

A Editora Cultura e Barbárie e o Programa de Pós-Graduação em Literatura da UFSC convidam para o lançamento de Delírio de Damasco, de Veronica Stigger. No evento, o livro será apresentado por Flávia Cera, e a autora lerá o poema inédito O coração dos homens.

Quando: dia 28 de novembro [ Quarta-feira ] 18:30
Onde: Sala Drummond (CCE Bloco B, Térreo), UFSC/Florianópolis
Cartaz: clique aqui para ver e fazer o download do cartaz

Sobre o livro: “Quantas vezes, ao andarmos pelas ruas de nossas cidades, não acabamos escutando, um pouco por acaso, um tanto por curiosidade, fragmentos de conversas alheias que ficam a ressoar na memória dos passantes? Essas falas, justamente por nos chegarem fracionadas, em cacos ou lampejos, têm sempre um quê de enigma, sugerindo, ao ouvinte imaginoso, histórias potenciais, ficções embrionárias. Delírio de damasco é uma reunião dessas frases ouvidas aqui e ali, numa espécie de arqueologia da linguagem do presente, em busca da poesia inesperada − dura ou terna, ingênua ou irônica − que pudesse haver em meio a nossos costumeiros diálogos sobre a tríade sangue, sexo, grana.” (Veronica Stigger)

Para mais informações: editora@culturaebarbarie.org